Sessão da Câmara destaca papel de Arno Donaduzzi em Toledo

por Paulo Torres publicado 09/06/2020 11h25, última modificação 10/06/2020 09h27
A sessão da Câmara de Toledo na segunda-feira, dia 8 de junho, registrou o falecimento do empresário Arno Donaduzzi na manhã da quarta-feira, dia 3 de junho. Arno, gaúcho de Jaguari, faleceu aos 58 anos, após anos de luta contra um câncer, deixando esposa e dois filhos. A perda do empresário foi registrada pelo vereador Leoclides Bisognin, que fez o registro nas Comunicações Parlamentares, onde disse que a morte do empresário foi uma perda irreparável para Toledo. Lembrou que Arno participou no início da empresa e a Prati Donaduzzi, “em termos de renda, de pesquisa, deu um horizonte novo para esta terra”.
Sessão da Câmara destaca papel de Arno Donaduzzi em Toledo

Vereador Bisognin (segundo na Mesa, ao lado do presidente Antônio Zóio) registrou a perda representada pela morte do empresário)

 

 

A sessão da Câmara de Toledo na segunda-feira, dia 8 de junho, registrou o falecimento do empresário Arno Donaduzzi na manhã da quarta-feira, dia 3 de junho. Arno, gaúcho de Jaguari, faleceu aos 58 anos, após anos de luta contra um câncer, deixando esposa e dois filhos. A perda do empresário foi registrada pelo vereador Leoclides Bisognin, que destacou a importância da contribuição da empresa Prati-Donaduzzi para o setor farmacêutico e a diversificação da economia de Toledo com a implantação da área de medicamentos em nossa economia.

Leoclides Bisognin fez o registro nas Comunicações Parlamentares, onde disse que a morte do empresário foi uma perda irreparável para Toledo. Lembrou que ele participou no início da empresa com 15% a 20% e a Prati Donaduzzi, “em termos de renda, de pesquisa, deu um horizonte novo para esta terra”.

O vereador destacou que fala-se em tanta coisa, mas o empresário foi extremamente importante e em uma época normal milhares de pessoas estariam em seu velório. Bisognin lembrou que a Prati-Donaduzzi é a segunda maior empresa empregadora de Toledo e uma das grandes empresas do Brasil, agradecendo tudo que Arno Donaduzzi fez por Toledo. O vereador lembrou da chegada da empresa quando era prefeito o hoje vereador Albino Corazza, que não participou da sessão por integrar grupo de risco na pandemia. “Por isto temos hoje uma empresa que é invejada por todo o Brasil”, apontou Leoclides Biosognin, destacando o papel da farmacêutica na economia do município de Toledo.

Nascido em Jaguari - RS, Arno Donaduzzi mudou ainda criança para a região Oeste do Paraná, onde em 1993 foi uma das peças-chave para o início da indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi em Toledo, na época como Fármaco. Sempre atuando ao lado de seu irmão e sócio Luiz Donaduzzi, seu cunhado e sócio Celso Prati e sua cunhada Carmem Donaduzzi, Arno era casado com Elenise Maria Prati Donaduzzi e na empresa agregou conhecimento com a experiência em máquinas agrícolas desde a juventude. Neste papel ele atuou desde a formação da Prati-Donaduzzi até sua constante ampliação e modernização.

Arno atuou no Grupo Prati-Donaduzzi até 2014, com passagem por diversos setores como obras, transporte, manutenção e embalagens e também foi o responsável pela criação da área de engenharia e manutenção na indústria. 

Nos últimos anos se dedicou ao trabalho no campo, resgatando suas raízes.

Os atos fúnebres por Arno Donaduzzi foram restritos aos familiares, devido aos cuidados em função da pandemia da Covid-19. 

 

 

 

Pandemia em Toledo escala para 3 óbitos e 122 casos confirmados

Toledo inicia a semana com a divulgação do terceiro óbito decorrente do novo coronavírus (Covid-19), informado na segunda-feira (08) pela presidente do Centro de Operações Emergenciais (COE) de Toledo, Denise Liell, e pelo médico porta voz do COE, Fernando Pedrotti. 

 

O terceiro óbito pela Covid-19 no município é um paciente do sexo masculino, 59 anos, o qual iniciou sintomas em 26 de maio e teve seu diagnóstico confirmado por Teste Rápido. Ele estava internado em leito de UTI e evoluiu para óbito na tarde da segunda-feira (08). 

 

Devido à mudança no quadro epidemiológico, o crescimento dos casos positivos e a grande circulação de pessoas o prefeito Lucio de Marchi assinou o Decreto 826/20 com novas medidas de prevenção. Entre elas a proibição de circulação de pessoas entre as 22h e as 6h, o endurecimento da fiscalização, que inclui a restrição de acesso em parques e praças públicas. 

Além do terceiro óbito pela pandemia em Toledo foi divulgado também o resultado positivo de mais 14 casos da Covid-19, sendo sete homens e sete mulheres.

Até segunda-feira, dia 8 de junho, foram notificados 543 casos de Covid-19 em Toledo. Destes, 254 já foram descartados. Ao todo, 167 casos ainda aguardam o resultado e 122 foram confirmados, dos quais 16 já estão recuperados. Toledo apresentou o terceiro óbito para Covid-19 esta semana, além de nove casos confirmados internados e um caso suspeito internado. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.