Vereadores acompanham sanção de apoio à Beit Abba

por Paulo Torres publicado 09/06/2015 09h55, última modificação 09/06/2015 15h47
O presidente da Câmara Municipal, Ademar Dorfschmidt, juntamente com vários vereadores, acompanhou na manhã de segunda-feira, dia 8, às 11h, a sanção pelo prefeito Beto Lunitti da lei que autoriza o repasse de R$ 90 mil à entidade Beit Abba. A solenidade no Gabinete do Prefeito reuniu, além dos chefes do Executivo e Legislativo, os vereadores Edinaldo Santos, Vagner Delabio, Expedito Ferreira, Walmor Lodi, Sueli Guerra, Rogério Massing e Genivaldo Paes, além dos diretores da Beit Abba, pastores Pedro Marta e Sônia Marta e o secretário de Administração, Amauri Linke. O repasse à entidade que atende dependentes químicos em Toledo foi aprovado em votação final na Câmara Municipal em sessão extraordinária no dia 28, onde votou ainda outros seis projetos de leis.

O presidente da Câmara Municipal, Ademar Dorfschmidt, juntamente com vários vereadores, acompanhou na manhã de segunda-feira, dia 8, às 11h, a sanção pelo prefeito Beto Lunitti da lei que autoriza o repasse de R$ 90 mil à entidade Beit Abba. A solenidade no Gabinete do Prefeito reuniu, além dos chefes do Executivo e Legislativo, os vereadores Edinaldo Santos, Vagner Delabio, Expedito Ferreira, Walmor Lodi, Sueli Guerra, Rogério Massing e Genivaldo Paes, além dos diretores da Beit Abba, pastores Pedro Marta e Sônia Marta e o secretário de Administração, Amauri Linke.

O presidente Ademar destacou o debate feito a respeito pelos vereadores na Câmara e expressou o desejo de que a entidade se fortaleça cada vez mais, lembrando sua mudança e apontando que é um trabalho complicado, já que “não é simplesmente mudar de casa”. O vereador Edinaldo Santos disse que atende nesta área e conheceu instituição em Laranjeiras do Sul que tem pessoas que estão ali há três anos, há dez anos e não querem mais ir embora e que ela não recebe recursos de ninguém. “Aqui é diferente, a entidade tem ajuda”, afirmou o vereador, destacando ainda o trabalho voluntário do pastor Pedro e da pastora Sônia. O vereador Walmor Lodi também destacou o trabalho da Beit Abba, apontando que ela busca “colocar novamente aquelas pessoas na retidão da vida”.

O vereador Expedito Ferreira disse que ainda não trabalhou com a entidade, lembrando também o momento difícil que vive o País, o Estado e a cidade. A vereadora Sueli Guerra destacou que confia tanto no trabalho do prefeito quanto na idoneidade dos pastores Pedro e Sônia Marta. O vereador Rogério Massing também citou as dificuldades e questionou até quando teremos “oxigênio” para realizar repasses, destacando também os R$ 4,5 milhões de repasses do Orçamento Participativo a entidades. Ele destacou ainda a atuação das lideranças políticas, comentando que viu uma piadinha sobre “políticos” e respondendo que em seus quatro mandatos nunca conheceu um secretário que lhe fizesse uma proposta

indevida. “Toledo é diferente porque as pessoas participam da vida pública para ajudar”, comentou o vereador, concluindo que “isso nos dá forças para continuar”.

O prefeito Beto Lunitti disse ainda que estão sendo buscados meios junto ao governo federal para destinar uma área de 36 mil m² à Beit Abba na região do Recanto Municipal para sua sede definitiva, agradecendo o apoio dos vereadores na aprovação do repasse de recursos.

 

Parcelado

O repasse de R$ 90 mil à entidade que atende dependentes químicos será feito de forma parcelada no período de julho de 2015 a dezembro de 2016. A palavra “Beit” vem do hebraico e quer dizer casa e “Abba” vem do sírio ou árabe e quer dizer pai. A ajuda à entidade que atua em Toledo foi aprovada em votação final na Câmara Municipal em sessão extraordinária no dia 28, quinta-feira, às 11h, onde votou ainda outros seis projetos de leis.

Após a sanção do projeto pelo prefeito Beto Lunitti os vereadores destacaram o papel desempenhado pela entidade no atendimento aos dependentes químicos. A pastora Marta destacou não possuir a habilidade ao manifestar-se nos meios de comunicação e desculpou-se por eventualmente não registrar algum dos apoiadores nas entrevistas que deu sobre a situação da entidade, mas agradeceu o apoio do Executivo através do prefeito Beto Lunitti e da Câmara Municipal, através dos vereadores.

error while rendering plone.comments