Sessão debate aglomerações em comércios no fim de semana

por Paulo Torres publicado 19/05/2020 15h40, última modificação 19/05/2020 15h52
A sessão da Câmara de Toledo debateu na segunda-feira, dia 18 de maio, o grande número de reclamações e denúncias nas redes sociais sobre funcionamento irregular de estabelecimentos com venda de bebidas e aglomerações. As manifestações dos vereadores motivaram a abertura de espaço na sessão para tratar do tema, até mesmo porque várias postagens sobre o problema, especialmente de vídeos mostrando aglomerações em conveniências e restaurante, marcaram vereadores e vereadoras. Vereadores relataram que a questão também será debatida pelo COE-Comitê de Operações de Emergência em reunião extraordinária na terça-feira, dia 19.
Sessão debate aglomerações em comércios no fim de semana

Sessão da Câmara teve espaço aberto para debater a situação de aglomerações em comércios

A sessão da Câmara de Toledo debateu na segunda-feira, dia 18 de maio, o grande número de reclamações e denúncias nas redes sociais sobre funcionamento irregular de estabelecimentos com venda de bebidas e aglomerações. As manifestações dos vereadores motivaram a abertura de espaço na sessão para tratar do tema, até mesmo porque várias postagens sobre o problema, especialmente de vídeos mostrando aglomerações em conveniências e restaurante, marcaram vereadores e vereadoras.

Marcos Zanetti disse que o comércio está disponibilizando álcool gel, fazendo exigência de máscara, os problemas mais corriqueiros têm sido com quem está adquirindo bebidas e indo consumir na frente destes estabelecimentos. Para ele as pessoas têm que separar o que ocorre dentro e o que acontece fora, tendo feito contato hoje com o secretário da Fazenda para examinar a possibilidade de baixar decreto para autuação do CPF de quem está fazendo estas aglomerações. O vereador disse que o isolamento não é salutar, mas temos que considerar a saúde de toda a população.

O presidente da Câmara Antônio Zóio também se manifestou e disse que a comunidade está cobrando muitos dos vereadores e temos o poder de cobrar do Poder Executivo, que tem o poder de fiscalizar. Para ele o Executivo tem que fazer seu papel junto com a PM e Guarda Municipal. O presidente da Câmara também disse no debate que deve oficiar à Polícia Militar a respeito da situação de abusos com aglomerações.

Ademar Dorfschmidt disse que integra o COE e foi marcada reunião extraordinária para a terça-feira, dia 19, devido aos problemas ocorridos no fim de semana. Para ele as pessoas estão percebendo que há crescimento dos casos e ao invés de se conscientizar para que o município possa continuar trabalhando e fazer seu papel se vê vídeos de conveniências, restaurante de Toledo lotados. Para ele não há como aumentar fiscais em 60 dias, a Guarda Municipal, a Vigilância Sanitária estão agindo, mas são 16 mil comércios e daqui a pouco vai fechar o comércio todo. O vereador criticou vídeo onde aparecem grandes empresários na frente de um estabelecimento bebendo em turma. Questionou como é possível, com Cascavel tendo 21 casos num dia e o Oeste com 50% dos leitos de UTI preenchidos. Agora se discute o fechamento, mas daqui a pouco vamos estar discutindo onde vamos colocar as pessoas, apontou.

Vagner Delabio disse que falou com secretário da Saúde de Cascavel e ele explicou sobre os novos 21 casos de Covid-19 que houve represamento e depois todos os resultados foram lançados de uma única vez, pois todos foram liberados no mesmo dia, mas não ocorreram todos no mesmo dia.

Janice Salvador disse que é preciso um processo muito sério de discussão e tomada de decisão, pois está havendo um compromisso muito grande das instituições em geral, com controle do fluxo nas lojas, entrada, saída, até listagem nominal de quem entra e sai. Para ela porém é preciso ver o comportamento individual, do cidadão comum, para que não haja um contágio em massa. A vereadora, que também integra o COE, disse que o cidadão comum também precisa sentir-se parte do processo e entender que tem um papel fundamental nisso, para além das instituições.

 

Abuso e toque de recolher

Marcos Zanetti disse que com o COE o aspecto da saúde está muito bem tratado, mas para além disso há a questão econômica e daqui a pouco se chega a uma situação que o COE vai ter que deliberar pelo toque de recolher. Aí, disse o vereador, se as pessoas tiverem que estar em suas casas às 20h vão pressionar, mas a culpa é destas pessoas irresponsáveis que estão levando a uma situação assim, pois se não houver outra solução serão necessárias medidas mais drásticas.

Olinda Fiorentin disse que viu vários vídeos de aglomerações no fim de semana e que hoje estas pessoas que podem ter se infectado no fim de semana estão trabalhando e pondo em risco colegas. Estas pessoas que se expõem estão hoje no trabalho junto com nossos filhos, disse a vereadora. Ela também apontou a situação dos pacientes de câncer transportados a Cascavel para tratamento. A vereadora apontou que vai uma van de 20 lugares lotada, um microônibus lotado e estas pessoas estão com a imunidade reduzida pelo tratamento da doença e portanto mais sujeitas a contaminação. Além disso a vereadora apontou também que o transporte público na cidade na hora de pico também está lotado.

Leoclides Bisognin disse que temos que ir atrás de quem não está respeitando, mas é preciso muito cuidado com isto aí, relatando que de manhã pessoas que foram multadas estavam lá se queixando com o secretário da Fazenda.

Para o vereador o pessoal do comércio está fazendo tudo, um ou dois segmentos que estão extrapolando. O COE tem que estar ciente de que a maioria absoluta está seguindo as normas, disse o vereador, sugerindo que se faça contato com os infratores e em não seguindo as instruções venham as punições.

Pedro Varela disse que vários casos da Covid-19 estão surgindo e por conta disso na sessão a melhor forma de prevenir é cada vereador falar de seu microfone na bancada ao invés de todos usarem o da tribuna.

 

Pulso firme e abaixo-assinado

O vereador Edmundo Fernandes foi enfático e defendeu “que não adiante amizadinha, tem que ter pulso firme “, relatando que num posto no Jardim Porto Alegre foi feito abaixo-assinado com mais de 300 assinaturas sobre as seguidas aglomerações. A polícia não tem que só dar passadinha com giroflex ligado, disse Edmundo, pois a pessoa contaminada vai levar a doença para dentro de casa. Questionou que se a venda é para levar, porque a chopeira fica ligada, a cerveja está sendo aberta e levada para a frente? “Alguém aqui é cego que não vê que está sendo consumo?”, questionou o vereador.

Gabriel Baierle criticou a falta senso de entenderem o que vai acontecer se continuar desta forma, lembrando que os números são crescentes na região e que é hora de debater barreira sanitária, embora seja um controle caro de ser feito mas que é uma forma de evitar alguns casos. Apontou ainda que dentro do estabelecimento a normatização está sendo cumprida, a questão é quem fica fora, sugerindo talvez delimitar o consumo para evitar em via pública.

A vereadora Marli do Esporte questionou o que é uma multa de R$ 1 mil para quem tira R$ 20 mil no fim de semana. Disse que multar não resolve, apontando também que o pessoal em tratamento de câncer está indo a Cascavel para quimioterapia com pessoas aglomeradas, mesmo sendo as mais expostas. Elas não estão na festa e estão tendo este tratamento, apontou a vereadora.

Ademar Dorfschmidt elogiou a postura do presidente Antônio Zóio de abrir o espaço na sessão pela forma democrática como está sendo feito o debate. Disse que o caso dos pacientes de câncer será pauta da reunião da CSS-Comissão de Saúde, Seguridade Social e Cidadania. Ademar disse sobre os abusos que têm sido os mesmos estabelecimentos. Temos três e apareceu o quarto local que é mais notificado, não podemos penalizar os que estão cuidando, defendendo que os vereadores sejam parceiros do COE. Não podemos permitir que dois ou três continuem fazendo isso, causando a revolta até dos demais integrantes do comércio que estão respeitando os cuidados, disse o vereador.

 Confira o trecho principal do debate na sessão na segunda-feira a partir de 39:53

error while rendering plone.comments