Novo presidente quer Câmara independente e harmônica com Executivo

por Paulo Torres publicado 27/01/2021 15h50, última modificação 10/03/2021 11h32
O novo presidente da Câmara de Toledo, eleito e empossado no dia 1º de janeiro, no Teatro Municipal, Leoclides Bisognin, defendeu em seu discurso de posse que o Poder Legislativo deve se conduzir com harmonia e independência quanto ao Poder Executivo. A nova Mesa Diretora para o biênio 2021-22, que após eleita empossou o prefeito eleito Beto Lunitti e o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, conta com o Presidente Leoclides Bisognin (MDB), o 1º Vice-Presidente Pedro Varela (PP); o 2º Vice-Presidente Genivaldo Paes (PL); o 1º Secretário Marcelo Marques (Patriota) e o 2º Secretário Valdomiro Bozó (PSC).
Novo presidente quer Câmara independente e harmônica com Executivo

Novo presidente da Câmara, Leoclides Bisognin, discursa em sua posse

 

 

O novo presidente da Câmara de Toledo, eleito e empossado no dia 1º de janeiro, no Teatro Municipal, Leoclides Bisognin, defendeu em seu discurso de posse que o Poder Legislativo deve se conduzir com harmonia e independência quanto ao Poder Executivo. A nova Mesa Diretora para o biênio 2021-22, que após eleita empossou o prefeito eleito Beto Lunitti e o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, conta com o Presidente Leoclides Bisognin (MDB), o 1º Vice-Presidente Pedro Varela (PP); o 2º Vice-Presidente Genivaldo Paes (PL); o 1º Secretário Marcelo Marques (Patriota) e o 2º Secretário Valdomiro Bozó (PSC). 

Na eleição da Mesa os vereadores buscaram o consenso e apenas um cargo teve disputa, com os demais sendo escolhidos por unanimidade, com os votos dos 18 eleitos presentes e empossados. Apenas Valtencir Careca não tomou posse, em função de atestado da médica Júlia Dias, do Mini Hospital, que no dia 31 de dezembro colocou o vereador eleito e familiares em isolamento até 13 de janeiro devido à pandemia de Covid-19. Foram escolhidos como presidente Leoclides Bisognin (MDB); como 1º Vice-Presidente Pedro Varela (PP); como 2º Vice-Presidente Genivaldo Paes (PL); como 1º Secretário Marcelo Marques (Patriota) e como 2º Secretário Valdomiro Bozó (PSC). Na eleição a presidente Bisognin teve 16 votos, enquanto Gabriel Baierle recebeu 2 votos e nos demais cargos os escolhidos tiveram todos 18 votos. Em seguida, representando a população, os vereadores dirigidos pela nova Mesa Diretora empossaram o prefeito eleito Beto Lunitti e seu vice-prefeito Ademar Dorfschmidt para o mandato 2021-2024, com o compromisso legal e registro das declarações de bens.

Após dar posse ao prefeito Beto Lunitti e ao vice-prefeito Ademar, Leoclides Bisognin recebeu a palavra do vice-presidente Pedro Varela e usou a tribuna para dizer que vivemos um momento histórico, tanto para ele pessoalmente por mais uma legislatura – a sétima, contando um período na XV Legislatura, de 2013 a 16. Bisognin disse que apesar das várias legislaturas de que participou foi nesta que encontrou terreno fértil para candidatar-se a presidente, agradecendo os 16 votos recebidos e destacando que pouquíssimos conseguiram tal votação na história da Câmara de Toledo. O novo presidente também agradeceu ao ex-prefeito Lucio de Marchi por ter colocado o Teatro Municipal à disposição para a realização da sessão de instalação com a posse dos vereadores e eleição da Mesa Diretora e sessão solene de posse do prefeito e vice-prefeito, agradecendo também à equipe do local pelo trabalho nas posses do Legislativo e Executivo, destacando que apenas cerca de 60 pessoas participam, com os devidos cuidados sanitários, devido à pandemia. Bisognin disse que pretende mudar o que se fala lá fora sobre o trabalho do Legislativo e isto depende da atitude de cada vereador de comportar-se de forma correta e ética e não aparecer no Conselho de Ética e Decoro.

Agradecendo aos vereadores e funcionários da Câmara de Toledo o novo presidente lembrou que o vereador é inviolável pelo que fala na tribuna, destacando que o povo deu este direito aos eleitos para representá-lo, fiscalizar e legislar, mas o julgamento popular depende da atitude de cada um. Leoclides Bisognin destacou que a nova legislatura tem pela frente projetos extremante importantes, como a revisão do Plano Diretor e a revisão da Planta de Valores, além da própria pandemia que atinge Toledo e que uns falam que está acabando e outros dizem que na verdade nem começou ainda. O novo presidente da Câmara de Toledo Leoclides Bisognin disse que a população quer a união de todos os representantes políticos pelas grandes questões, exemplificando com o Hospital Regional, que a população não quer ficar mais quatro anos esperando. “O Toledo que a gente quer depende da gente”, citou o presidente da Câmara, afirmando que tem que existir oposição e situação,

mas nestas questões todos têm que puxar para o mesmo lado. Citando o ex-deputado estadual Elton Welter e sua disposição de contribuir como vereador com os contatos que desenvolveu Bisognin disse que também outros vereadores têm contatos com deputados e igualmente podem contribuir.

Afirmando a vereadores e servidores da Câmara de Toledo que pretende manter sempre as portas abertas na Presidência do Legislativo o novo presidente dirigiu-se também ao prefeito empossado Berto Lunitti e seu vice-prefeito empossado, Ademar
Dorfschmidt. Lembrando a previsão constitucional de independência e harmonia entre os poderes Leoclides Bisognin disse que “nós somos poderes independentes, mas somos harmônicos”, desejando sucesso a Beto Lunitti e Ademar Dorfschmidt.

A solenidade foi realizada de forma presencial apenas para os eleitos e um convidado para cada um, além de servidores da Câmara de Toledo e equipe técnica para transmissão on-line e nas redes sociais da Câmara de Toledo e Toledo Web Agora devido à pandemia.

Confira a íntegra do discurso do novo presidente, Leoclides Bisognin

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.