Extraordinária aprova suplementações de R$ 1,37 mi

por Paulo Torres publicado 21/10/2016 09h05, última modificação 24/10/2016 09h19
A Câmara Municipal aprovou em sessão extraordinária nesta sexta, dia 21, a partir das 9h, o Projeto de Lei nº 137, que autoriza abertura de créditos adicionais no orçamento do Município de Toledo. Pela proposta, de autoria, do Poder Executivo, são abertos créditos orçamentários adicionais suplementar e especial de R$ 1.378.845,27 no orçamento-programa do Município de Toledo, para o exercício de 2016. O Projeto de Lei nº 137 teve pedido de urgência encaminhado pelo Poder Executivo no dia 14 e no dia 19 o presidente em exercício da Câmara, Walmor Lodi, convocou a sessão extraordinária. O PL 137 foi aprovado por unanimidade dos vereadores presentes nesta sexta-feira e vai a segunda votação na sessão ordinária de segunda, dia 24, a partir das 14h.
Extraordinária aprova suplementações de R$ 1,37 mi

Sessão extraordinária aprovou projeto em primeira votação por unanimidade

 

A Câmara Municipal aprovou em sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira, dia 21, a partir das 9h, o Projeto de Lei nº 137, que autoriza abertura de créditos adicionais no orçamento do Município de Toledo. Pela proposta, de autoria, do Poder Executivo, são abertos créditos orçamentários adicionais suplementar e especial de R$ 1.378.845,27 no orçamento-programa do Município de Toledo, para o exercício de 2016.

A inclusão dos recursos no orçamento municipal visa atender transferência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, adequação de recurso na Secretaria de Educação para a construção de CMEI, adequação de recurso na Secretaria de Meio Ambiente visando o novo Aterro Sanitário de Resíduos Sólidos Urbanos Classe II, inclusão de superávit do Funrebom e adequação dos orçamentos de diversas secretarias.

As suplementações preveem destinar ao Funrebom mais R$ 50 mil, enquanto o Programa de Desenvolvimento Sustentável e Proteção ao Meio Ambiente deve receber R$ 473.681,47 visando a elaboração do projeto executivo de engenharia do novo Aterro Sanitário de Resíduos Sólidos Classe II. Já a rubrica Construção/Reforma/Ampliação CMEIs recebe R$ 223.064,57 e a manutenção da UPA outros R$ 104.060,00, além de R$ 80.350,00 para Implantação de Serviços Básicos de Saúde nas Unidades de Saúde, entre outras suplementações previstas no Projeto de Lei nº 137. Ele teve pedido de urgência encaminhado pelo Poder Executivo no dia 14 e no dia 19 o presidente em exercício da Câmara, Walmor Lodi, convocou a sessão extraordinária. O PL 137 foi aprovado por unanimidade dos vereadores presentes na sessão extraordinária desta sexta-feira e vai a segunda votação na sessão ordinária de segunda-feira, dia 24 de outubro, a partir das 14h.

error while rendering plone.comments