Emater faz 60 anos e agradece apoio da Câmara na Tribuna Livre

por Paulo Torres publicado 25/05/2016 10h30, última modificação 01/06/2016 15h47
A trajetória de 60 anos da extensão rural no Paraná, através da Emater, foi tema da Tribuna Livre na sessão de segunda-feira, dia 23, na Câmara Municipal. O gerente regional, Ivan Raupp, lembrou a criação da Emater, em 20 de maio de 1956, onde Toledo teve um dos sete escritórios pioneiros, sendo três no Oeste e quatro no Centro-Sul. “Se hoje temos o asfalto rural é porque as estradas foram readequadas e colocado um fim às vossorocas”, destacou o gerente regional Ivan Raupp, que agradeceu as parcerias que a Emater tem tido ao longo de sua trajetória com a Câmara Municipal.
Emater faz 60 anos e agradece apoio da Câmara na Tribuna Livre

Gerente da Emater usou a Tribuna Livre e agradeceu apoio da Câmara Municipal

 

A trajetória de 60 anos da extensão rural no Paraná, através da Emater, foi tema da Tribuna Livre na sessão de segunda-feira, dia 23, na Câmara Municipal. O gerente regional, agrônomo Ivan Decker Raupp, lembrou a criação da Emater, em 20 de maio de 1956, onde Toledo teve um dos sete escritórios pioneiros, sendo três no Oeste e quatro no Centro-Sul. Os trabalhos foram iniciados através do agrônomo Divon Scarpin e o escritório de Toledo iniciou juntamente com os de Foz do Iguaçu e Cascavel. A Emater surgiu do exemplo da extensão feita nos Estados Unidos e inicialmente chamava-se Escritório Técnico de Agricultura-ETA, com o nome ETA Projeto 15, que visava transformar a agricultura de subsistência que marcava o Paraná.

Cada escritório contava com um extensionista, um auxiliar de extensão e um extensionista de economia doméstica. Posteriormente o ETA Projeto 15 virou a Acarpa-Associação de Crédito e Assistência Rural do Paraná, que em 1977 foi transformada na Emater-Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural. Em 2005 ela foi transformada em autarquia, através da criação do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural-Emater.

Ivan Raupp destacou a atuação da Emater na assessoria aos produtores para acesso ao crédito rural, lembrando o primeiro financiamento feito em Toledo, para o produtor Silvino Dal Bosco. O gerente regional da Emater destacou ainda a atuação dos extensionistas, que os levou a serem escolhidos para gerir as primeiras cooperativas em sua criação. Este trabalho também projetou nomes como os vereadores Leoclides Bisognin e Rosali Campos à Câmara Municipal, além do ex-deputado Sabino Campos, o falecido deputado Moacir Micheletto e o ex-governador Orlando Pessuti, todos extensionistas da Emater.

A atuação da Emater através de seus extensionistas também viabilizou o acesso dos produtores ao crédito e programas, além de projetos com o das microbacias. “Se hoje temos o asfalto rural é porque as estradas foram readequadas e colocado um fim às vossorocas”, destacou o gerente regional da Emater Ivan Raupp. Hoje a Emater conta com oito extensionistas no escritório regional e quatro no local. A instituição atende em Toledo 2.500 agricultores familiares, assessorando para o acesso a diversos programas de apoio ao produtor, levando a que Toledo conte com 2.300 planos de crédito do Pronaf, além de ter estabelecido recorde de participação no Trator Solidário, com 500 equipamentos. Ivan Raupp agradeceu as parcerias que a Emater tem tido ao longo de sua trajetória com a Câmara Municipal, “que historicamente tem dado apoio à extensão rural”, destacando ainda o apoio da Prefeitura de Toledo e agradecendo a todos.

 

 

error while rendering plone.comments