Câmara e SerToledo discutem termos do acordo coletivo

por Paulo Torres publicado 04/02/2021 14h31, última modificação 04/02/2021 14h31
O presidente da Câmara de Toledo, Leoclides Bisognin, reuniu-se na manhã de quinta-feira, dia 4 de fevereiro, com a secretária-geral do SerToledo-Sindicato dos Servidores de Toledo, Marlene da Silva, para discutir os termos do acordo coletivo da categoria. O encontro, na Sala de Reuniões da Câmara, iniciou às 10h, contando também com as presenças do diretor-geral da Câmara, Rodrigo Antoniassi, do coordenador Administrativo Valmir Moura e assessores e servidores.
Câmara e SerToledo discutem termos do acordo coletivo

Presidente da Câmara e secretária-geral do SerToledo discutiram os termos do acordo coletivo

 

 

O presidente da Câmara de Toledo, Leoclides Bisognin, reuniu-se na manhã de quinta-feira, dia 4 de fevereiro, com a secretária-geral do SerToledo-Sindicato dos Servidores de Toledo, Marlene da Silva, para discutir os termos do acordo coletivo da categoria. O encontro, na Sala de Reuniões da Câmara, iniciou às 10h, contando também com as presenças do diretor-geral da Câmara, Rodrigo Antoniassi, do coordenador Administrativo Valmir Moura e assessores e servidores. O presidente Bisognin lembrou sua condição de servidor, já aposentado, além dos 24 anos de atuação na Câmara, destacando a necessidade de o documento a ser firmado dar tratamento isonômico aos servidores. “Temos que tratar todos da mesma forma, se tem coisa que me incomoda é a injustiça”, assinalou o vereador presidente da Câmara de Toledo.

Marlene da Silva destacou que o acordo coletivo trata de detalhes que a legislação não aborda, defendendo que o novo acordo tenha validade de 2 anos aos invés de 1 como o atual para maior praticidade. Diante de levantamento anterior pelo Departamento Administrativo junto aos servidores sobre o acordo coletivo e dos poucos ajustes discutidos uma nova proposta será ajustada, abordando pontos como o limite para serviços extraordinários e também ajustes na forma da compensação no banco de horas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.