Presidente da Câmara pede apuração de tumulto em sessão

por Paulo Torres publicado 19/12/2017 15h30, última modificação 19/12/2017 15h33
O presidente da Câmara Municipal, Renato Reimann, esteve nesta terça-feira, dia 19, na 20ª Subdivisão Policial, com o delegado-chefe Antônio Donizete Botelho, quando solicitou a apuração dos fatos ocorridos na sessão ordinária no dia 4 de dezembro, levando a suspensões e à sua conclusão no dia 5, após novas interrupções. O Plenário Edílio Ferreira foi ocupado por cerca de 200 pessoas ainda na segunda-feira e o presidente do Poder Legislativo informou ao delegado-chefe da 20ª SDP que mesmo com os alertas quanto ao que prevê o Regimento Interno quanto à não manifestação durante os trabalhos não foi atendido, tendo que interromper a sessão.
Presidente da Câmara pede apuração de tumulto em sessão

Presidente da Câmara com o delegado-chefe da 20ª SDP: pedido de apuração

 

 

 

O presidente da Câmara Municipal de Toledo, Renato Reimann, esteve nesta terça-feira, dia 19 de dezembro, na 20ª Subdivisão Policial, com o delegado-chefe Antônio Donizete Botelho, quando solicitou a apuração dos fatos ocorridos na sessão ordinária no dia 4 de dezembro, levando a suspensões e posteriormente à sua conclusão no dia 5, após novas interrupções. O Plenário Edílio Ferreira foi ocupado por cerca de 200 pessoas ainda na segunda-feira e o presidente do Poder Legislativo informou ao delegado-chefe da 20ª SDP que mesmo com os alertas quanto ao que prevê o Regimento Interno quanto à não manifestação durante os trabalhos não foi atendido, não sendo possível a continuidade da sessão. Os trabalhos foram interrompidos já à noite e retomados no dia seguinte, às 12h, sofrendo novas interrupções devido à ocupação do plenário, tribuna e espaço da Mesa Diretora. Por conta disso a sessão ordinária semanal vespertina da segunda-feira só teve sua conclusão na terça-feira, por volta das 14h. Acompanhado do diretor-geral da Câmara, Alcídio Pastório, e assessores, o presidente da Câmara de Toledo entregou ao delegado as imagens feitas durante os tumultos pelo sistema de monitoramento do Edifício Güerino Viccari, sede da Câmara, visando apurar os fatos e eventual ocorrência de perturbação ao trabalho, comportamento inconveniente e outros comportamentos vedados na legislação.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.