Moção aplaude 70 anos do Colégio Incomar em Toledo

por Paulo Torres publicado 15/02/2018 15h10, última modificação 20/02/2018 11h41
Na quarta feira, dia 14, foi realizada a segunda sessão ordinária da Câmara onde foi apresentada uma moção de aplausos ao Colégio Incomar pelos 70 anos em Toledo. No Requerimento nº 5/2018 os vereadores relembram a história da instituição, onde no dia 1º de fevereiro de 1948, as irmãs Verônica Sawtczuk, Lúcia Mikosz e Elia Bassani chegaram a Cascavel vindas de Curitiba e foram recebidas pelo padre Antônio Patui, que as levou de jipe até Toledo, onde foram recebidas com muito entusiasmo.
Moção aplaude 70 anos do Colégio Incomar em Toledo

Sessão teve apresentado requerimento de aplausos pelos 70 anos do Incomar

 

 

Na quarta feira, dia 14, foi realizada a segunda sessão ordinária da Câmara onde foi apresentada uma moção de aplausos ao Colégio Incomar pelos 70 anos em Toledo, através do Requerimento nº 5/2018No documento os vereadores relembram a história da instituição.

Diante da falta de uma instituição de ensino as famílias pioneiras providenciaram uma escola para seus filhos. O padre Antônio Patuí e Alfredo Paschoal Ruaro foram a Curitiba e obtiveram da Superiora Provincial das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, Irmã Estanislava Perz, o consentimento para trazer a Toledo as Irmãs Vicentinas, em 1947.

No dia 1º de fevereiro de 1948, as irmãs Verônica Sawtczuk, Lúcia Mikosz e Elia Bassani chegaram em Cascavel vindas de avião de Curitiba, devido à precariedade e poucas estradas na época. Foram recebidas pelo padre Patuí, que as levou de jipe até Toledo, onde foram recebidas com muito entusiasmo e em um lugar pequeno construíram a 15º família de Toledo.

As aulas iniciaram no dia 1º de março de 1948. Irmã Verônica Sawtczuk, fundadora e diretora afirmou: “Nossa escola começou a funcionar na atual Rua Sete de Setembro, na primeira igreja de Toledo. Uma série em cada canto. Os bancos da igreja eram nossas carteiras. Isto sempre em situação descômoda e por vários meses, até que a comunidade conseguiu levantar o pavilhão da escola”.

Tendo a necessidade de uma escola maior as Irmãs contaram com a ajuda dos alunos maiores, que aos sábados, faziam um multirão e aos poucos construíram a sede própria da escola. Em 14 de novembro de 1961, passou a funcionar com o nome de Ginásio Imaculado Coração de Maria, tendo grandes salas de aulas, biblioteca e laboratório de ciências. A partir de 1965, entra em funcionamento o 1º Curso Normal Colegial do Município, visando a preparação dos futuros professores. E uma nova conquista deu-se em 1972, com a abertura de turmas para o Pré-escolar. A partir de 1997, devido ao aumento da demanda, foi criado o curso do Ensino Médio.

Hoje, o Incomar conta com mais de 1.600 estudantes, tendo sua educação voltada para a formação de sujeitos capazes de imaginar, elaborar ideias novas, de progredir e aperfeiçoar conceitos e tecnologias, desenvolvendo a criatividade em sintonia com a consciência social, destacam os vereadores.

São 70 anos de dedicação à Educação. O Colégio Incomar conta com o trabalho de mais de 230 colaboradores que auxiliam crianças e adolescentes. A metodologia utilizada na escola tem como objetivo o estudante como sujeito do seu processo de aprendizagem, de forma a problematizar, questionar e construir as relações entre estudantes, professores e o meio, conforme apontam os vereadores.

O documento é subscrito pelos vereadores Airton Savello, Marli do Esporte, Antonio Zóio, Corazza Neto,Gabriel Baierle, Genivaldo Paes, Leandro Moura, Marly Zanete, Olinda Fiorentin, Renato Reimann, Walmor Lodi. O requerimento contou também com o apoio dos vereadores Ademar Dorfschmidt, Edmundo Fernandes, Janice Salvador, Leoclides Bisognin, Luís Fritzen, Marcos Zanetti, Vagner Delabio e Valtencir Careca.

 

 

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.