Juíza, Conselho e Apac agradecem apoio dos vereadores

por Paulo Torres publicado 05/02/2018 11h35, última modificação 15/02/2018 09h58
O apoio da Câmara Municipal na busca de soluções para a segurança pública foi destacado pelo Conselho da Comunidade e Apac. Acompanhados da juíza Luciana Lopes do Amaral Beal, o presidente do Conselho, Gilmar Malacarne, e o presidente da Apac-Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, Ramassés Mascarello, agradeceram aos vereadores pela autorização da permuta de imóveis e a doação de bens ao Conselho da Comunidade para sua sede a unidade da Apac. A juíza convidou para o lançamento da pedra fundamental da obra, dia 9 de março, às 11h.
Juíza, Conselho e Apac agradecem apoio dos vereadores

Juíza e integrantes do Conselho da Comunidade e Apac agradeceram apoio ao projeto


O apoio da Câmara Municipal de Toledo na busca de soluções para as questões de segurança pública foi destacado pelo Conselho da Comunidade e Apac, que realizaram visita de agradecimento aos vereadores na última sexta-feira, dia 2 de fevereiro. Acompanhados da juíza Luciana Lopes do Amaral Beal, o presidente do Conselho da Comunidade, Gilmar Malacarne, e o presidente da Apac-Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, Ramassés Mascarello, agradeceram aos vereadores pela aprovação do Projeto de Lei nº 171, que desafeta e autoriza a permuta de imóveis e a doação de bens ao Conselho da Comunidade para sua sede a unidade da Apac.

A proposta foi aprovada no encerramento do ano e Gilmar Malacarne lembrou as discussões, polêmicas e debates em torno do tema e apontou um saldo positivo ao final. “A comunidade ganhou com estes dois anos de discussão”, avaliou Malacarne na reunião, que contou com o presidente da Câmara, Renato Reimann, além do vice-presidente, Airton Savello; da secretária Olinda Fiorentin; Albino Corazza; Antônio Zóio; Ademar Dorfschmidt; Marli do Esporte; Marly Zanete; Gabriel Baierle; Janice Salvador; Vagner Delabio e Walmor Lodi. 

Para o vereador Lodi todas estas discussões foram muito válidas, mas o grande papel não foi dos vereadores. “Nós fizemos a nossa obrigação, vocês que fizeram a maior parte”, agradeceu o vereador, lembrando os debates com a comunidade e na imprensa e apontando que estas contas têm que ser feitas. O vereador Vagner Delabio destacou o papel da população e disse que Toledo se diferencia pelo envolvimento da sua comunidade.

O vereador Corazza citou matéria veiculada sobre os índices da segurança pública brasileira e a reação do governo do Rio de Janeiro, dizendo que não é o Estado mais violento, que é a mídia que aponta isto. Ele apontou que no Paraná mais de 40% dos presos trabalham e também estudam, pois querem sair diferentes da cadeia e defendeu o papel do município neste processo. “Toledo pode muito mais do que fazer uma Apac, vamos pensar grande”, afirmou o vereador, destacando o potencial do município e sua população. “A diferença entre o que nós fazemos e o que temos capacidade de fazer resolve todos os nossos problemas”, apontou o vereador Albino Corazza.

O vereador Antônio Zóio agradeceu à juíza Luciana por sua postura acessível, de “pessoa simples”, apesar do cargo que ocupa. O vereador disse ter orgulho de ter sido o relator do projeto para implantação da sede do Conselho da Comunidade e Apac e agradeceu aos vereadores que compreenderam seu trabalho, afirmando que a unidade será um lugar bem seguro e que não vai trazer problema nenhum. O vereador Ademar Dorfschmidt disse que este momento de harmonia fortalece, apontando que “fé sem obra é morta” e agradeceu o gesto com a Câmara. “Estou aqui há dez anos e nunca vi uma ação dessas, de reconhecimento do trabalho, muito obrigado mesmo, este é um estímulo para a gente poder trabalhar ainda mais pela comunidade de Toledo”, apontou o vereador.

O presidente da Câmara, Renato Reimann, agradeceu a iniciativa, tanto da juíza Luciana quanto do Conselho da Comunidade e Apac, destacando que todos têm estado sempre empenhados em concretizar este sonho.

A reunião também contou com as presenças de assessores dos vereadores e servidores da Câmara Municipal de Toledo.

IMG_1458a.jpg

 

 

 

Juíza destaca envolvimento da comunidade e convida para lançamento

 

 

A juíza Luciana Lopes do Amaral Beal lembrou o início do trabalho com apenados em Toledo, através da criação do Conselho da Comunidade, em 2005, apontando que na época a iniciativa também foi inicialmente mal interpretada. Alguns apontavam que o órgão visava “passar a mão em cabeça de preso”, ou “tratamento VIP” para apenados, mas que isso foi sendo superado. Ela apontou que a Federação dos Conselhos Comunitários do Paraná só veio depois e a iniciativa de Toledo tornou-se referência, fazendo com que ao longo deste tempo muitos municípios viessem buscar o exemplo, como ocorreu recentemente com Palotina, que tem interesse em trilhar os mesmos caminhos, segundo a juíza. Ela disse quanto à Apac que o projeto no Paraná iniciou em Barracão, depois Pato Branco e hoje está bem avançado em Ponta Grossa, além da unidade em implantação em Toledo.

A magistrada apontou porém que Toledo só está implantando porque tem recursos, destacando o papel do juiz trabalhista Fabrício Sartori, que destinou valores de multas. Luciana Beal destacou que além da Apac todos os segmentos com necessidades conseguiram repasses, como o Corpo de Bombeiros, PM e Mini Hospital, graças à iniciativa do juiz, que consultou o Conselho do FAT-Fundo de Amparo ao Trabalhador, para onde o dinheiro iria. O juiz porém justificou ao corregedor que o Fundo estava abarrotado e havia estas necessidades. “Graças à iniciativa deste colega nosso temos recursos para iniciar”, destacou a juíza, apontando ainda que estão sendo buscados apoios de vários segmentos, inclusive dos agricultores. “O mais bonito do trabalho da Apac é o envolvimento de toda a nossa comunidade”, afirmou aos vereadores a juíza Luciana Lopes do Amaral Beal. Ela acrescentou ainda que embora venham eleições estaduais o trabalho não vai parar, independentemente do resultado, pois há condições de mantê-lo com os meios locais.

A juíza Luciana disse que “a gente trabalhando juntos em torno de objetivos comuns é possível fazer” e convidou a todos para solenidade no dia 9 de março, às 11h, no terreno do Conselho da Comunidade, na Vila Industrial, para o lançamento da pedra fundamental da obra. Ela disse que o Depen-Departamento Penitenciário já aprovou o projeto, estão sendo vistos os projetos hidráulico e elétrico e outras propostas devem se somar para proporcionar trabalho e formação profissional aos presos, como um de panificação do Rotary Clube, um de horta e ainda outros em estudos. 


Veja vídeo com agradecimento da Câmara ao Conselho e Apac

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.