CPI do Lixo define direção e condução dos trabalhos

por Paulo Torres publicado 15/04/2019 11h50, última modificação 15/04/2019 12h07
A Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada pela Câmara de Toledo para apurar denúncias sobre a coleta de lixo definiu sua direção e condução dos trabalhos, que serão realizados com reuniões às quartas-feiras. A CPI reuniu-se na sexta-feira, dia 12, às 9h, quando elegeu como presidente Marcos Zanetti e como vice-presidente Airton Savello. O presidente escolheu como relator Vagner Delabio. Também integram a CPI os vereadores Renato Reimann e Ademar Dorfschmidt.
CPI do Lixo define direção e condução dos trabalhos

Câmara de Toledo instalou CPI para apurar denúncias sobre atuação de empresa na coleta de lixo

A Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada pela Câmara de Toledo para investigar “as falhas na prestação de serviços público na coleta de lixo” definiu sua direção e condução dos trabalhos. A CPI reuniu-se na sexta-feira, dia 12, às 9h, quando elegeu como presidente Marcos Zanetti e como vice-presidente Airton Savello. Também integram a CPI os vereadores Renato Reimann, que presidiu a primeira reunião, conforme prevê o Regimento Interno, e Ademar Dorfschmidt, que não participou. O presidente e vice foram eleitos por todos os vereadores presentes e em seguida Marcos Zanetti indicou Vagner Delabio como relator.

Conforme o Requerimento nº 84, de 14 de março, assinado por todos os vereadores, a CPI foi requerida para investigar “as falhas na prestação de serviços público na coleta de lixo, em decorrência das irregularidades da empresa Transportec, nos meses de fevereiro e março de 2019”.

A CPI foi requerida pelo Requerimento nº 84/2019 e designada pela Portaria nº 64/2019, assinada pelo presidente da Câmara, Antônio Zóio, após indicação dos líderes de bancadas para sua composição. A CPI convocou para seus trabalhos seis servidores da Câmara – dois advogados, um jornalista, um agente legislativo e dois assistentes em informática, podendo convocar também outros que vier a considerar necessários.

A CPI tem prazo de 120 dias para seus trabalhos e definiu seu sistema de funcionamento através de uma série de normas quanto aos requerimentos e demais procedimentos, além de estabelecer suas reuniões ordinárias semanais às quartas-feiras, às 9h.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.