Câmara homenageia Nelson Minozzo em minuto de silêncio

por Paulo Torres publicado 04/09/2018 11h30, última modificação 04/09/2018 16h00
A Câmara Municipal de Toledo realizou um minuto de silêncio na sessão ordinária de segunda-feira, dia 3, em homenagem ao agropecuarista Nelson Minozzo, falecido no domingo, dia 2, vítima de câncer. A homenagem foi proposta na abertura da sessão pelo vereador Ademar Dorfschmidt ao presidente Renato Reimann. Na homenagem também foram lembradas as mortes do comerciante José Pinto de Amorim, do Jardim Panorama, e de Ivonne Ferret, mãe da esposa do vereador Leoclides Bisognin, professora Neusa Bisognin.
Câmara homenageia Nelson Minozzo em minuto de silêncio

Vereadores homenagearam Nelson Minozzo em minuto de silêncio na abertura da sessão

 

 

 

A Câmara Municipal de Toledo realizou um minuto de silêncio na sessão ordinária de segunda-feira, dia 3 de setembro, em homenagem ao agropecuarista Nelson Minozzo, falecido no domingo, dia 2, vítima de câncer. A homenagem foi proposta na abertura da sessão pelo vereador Ademar Dorfschmidt ao presidente Renato Reimann. Na homenagem também foram lembradas as mortes do comerciante José Pinto de Amorim, do Jardim Panorama, e de Ivonne Ferret, mãe da esposa do vereador Leoclides Bisognin, professora Neusa Bisognin, que deslocou-se a Santa Maria para seu sepultamento.

Nelson Otavio Minozzo atuou no Banco do Brasil e como produtor rural, na área da suinocultura, sendo um dos fundadores da Primato Cooperativa Agroindustrial, criada originalmente como Cooperlac-Cooperativa dos Produtores de Suínos e Leite  do Oeste do Paraná. Na criação da cooperativa, em 1997, a partir de 29 produtores de suínos e leite de Toledo, Minozzo tornou-se o primeiro vice-presidente, ao lado do presidente e ex-vereador Edemar Rockembach. Em 2008 a cooperativa realizou a troca de sua denominação para Primato em função de existir uma reserva de registro do nome por uma empresa do Mato Grosso. Atualmente a cooperativa reúne mais de 7 mil produtores, atuando no varejo com rede de supermercados, restaurante, pizzaria e farmácia e também na área agrícola e agroindustrial com produção de rações, além dos segmentos de suínos e leiteEm 2017 a cooperativa abriu instalações para o recebimento, secagem e armazenamento de grãos.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.